quinta-feira, 28 de agosto de 2008

CRIMINALIDADE VIOLENTA EM PORTUGAL JÁ ERA PREVISÍVEL HÁ MUITO!

Quando, há poucos dias, aconteceu algo inédito na televisão portuguesa, que foi uma morte em directo - por acaso de um criminoso, mas podia ter acabado de outra maneira! - pensei que a lição e o mediatismo da acção servissem de exemplo para outros criminosos moderarem a sua forma de agir... mas depois lembrei-me que os criminosos não vêem televisão... e o resultado disso é que os crimes violentos aumentaram de uma maneira exponencial nos dias seguintes e... ainda não diminuíram!

Numa estatística muito informal que fiz, constatei que apenas a medalha de ouro de Nelson Évora nos JO interrompeu o tema de abertura dos telejornais: nos outros dias, e de há 3 semanas para cá, de uma maneira ou de outra, foi sempre o crime violento que apareceu como principal notícia do dia. Acima destas coisas, os políticos deste país não pareceram muito preocupados com a escalada da violência, e muito menos interromperam as suas merecidíssimas férias para virem tratar de um assunto que apenas diz respeito ao povinho... até conseguem justificar a violência com o facto de nos outros países ser pior... portanto, não se passa nada de anormal: a morte de uma criança num carro utilizado num assalto, a morte de um ourives no seu local de trabalho, o rebentamento de uma carrinha de valores, os roubos das caixas multibanco dentro dos tribunais - aqui, o caricato da situação ainda é maior, parece gozo! - o importado carjacking, os assaltos diários a bancos e ctts, muitas vezes com reféns... bom, nada de especial, está tudo bem...

... Está tudo bem para quem assiste ao desenrolar dos acontecimentos sentado no seu sofá em frente ao televisor... porque isto dos crimes e das mortes violentas só atinge mesmo o próprio e as famílias das vítimas... o pior é que cada vez mais a roleta-russa pode calhar a qualquer um de nós!

Esta onda de crimes violentos em Portugal era mais do que previsível! O crime organizado descobriu em Portugal um paraíso para as sua práticas: fronteiras escancaradas, brandíssimos costumes - agora ainda mais brandos para os prevaricadores com as novas leis penais! -, uma justiça ao sabor do vento (um violador reincidente ficou esta semana sujeito a termo de identidade, uma mulher que roubou um telemóvel ficou em prisão preventiva!!!), um desinvestimento na segurança, vão conduzir Portugal a um estado de qualquer coisa menos de direito - embora haja quem advogue que toda esta situação acaba por dar que fazer a uma série de gente e empresas: advogados, seguradoras, empresas privadas de segurança... num país onde muitas vezes até parece que o malfeitor é quem trabalha e que a vítima não tinha nada que estar no local do crime...

Sabiam que se uma pessoa chegar às urgências de um hospital como vítima de um crime tem que preencher uma série de papéis e burocracias - se, entretanto, morrer já não precisa preencher nada, outros preencherão por ele... por isso, se um dia forem vítimas de assalto e precisarem de ir ao hospital digam que sofreram um acidente - isto é a sério!


13 comentários:

Filoxera disse...

Afinal, estás vivo...
;-)))
Beijinhos.

Violeta disse...

e tudo isto é tão assustador...

Sol da meia noite disse...

Os actos criminosos são contagiantes.
Dado o pontapé de saída, ninguém mais pode parar o jogo, entendes? O pior é acontecer o primeiro... a partir daí começa o efeito bola de neve.
Pergunto-me se um país pequeno como o nosso vai ter espaço para o que se adivinha...

Queres ir ao Sol, conhecer a doce Flor de Lua? Vai...

Beijinho *
:-)

sofialisboa disse...

e onde vai isto tudo parar? sofia

turbolenta disse...

vamos de mal a pior.Neste país não há leis.Ou melhor: há mas que só favorecem os ladrões, os vigaristas e os malandros.
A partir do momento em que não se pode prender ninguém senão quando ele é apanhado no móbil do crime...quando a polícia os apanha com a boca na botija e os prende.... os apresenta a tribunal e os juízes os soltam.....
Bolas!
Algo vai mal com a Justiça deste país!
E por saberem isto.... e muito mais........como nenhum mal lhes acontece....então: há que roubar,matar,incendiar,violar.
Aqui......Tudo é permitido!
Aqui......ninguém vai preso!
Aqui...... é um paraíso para os malandros e malfeitores!
Aqui....... tudo pode acontecer!
E eu tenho medo!
Muito medo do que um dia me pode acontecer. Porque todos somos potenciais alvos.
boa semana

elvira carvalho disse...

Um óptimo post, sobre a situação actual.
Agora a criminalidade aumenta, e as verbas para combatê-la vão diminuir. E anunciam-se novas medidas. Com quê? Mais segurança privada. Coitados dos seguranças nem arma usam. Mas isso importa? Não. O que importa é que eles são pagos pelas empresas, pelas colectividades, ou em alguns casos pelas autarquias. E por isso as verbas para a defesa podem diminuir.
Gostava de saber o que é que o ministro tem dentro da cabeça. Miolos não certamente.
Um abraço e bom fim de semana

Bichodeconta disse...

Deve ser a única coisa em que neste momento nos destacamos e vamos subindo na escala..Teremos mais depregados, menores ordenados, mas crianças mal tratadas e idosos que são olhados como lixo..Etemos seguramente um numero assustador de vialencia e criminalidade que nas suas investidas não olha a meios para atingir os fins..Este crime , como alvo não escolhe raça, cor, religião ou extracto social..cada um de nós pode ser o próximo, mas cabe também a cada um de nós fazer alguma coisa para que tudo isto tenha um fim.. Beijinho, ell

Perle disse...

Na mimha opinião o problema desta onda de insegurança, para além de se dever à crise económica, deve-se ao facto dos criminosos não terem nada a perder.

Gostei muito do post. Espero nunca estar no lugar errado no momento errado...

Beijinhos

Andreia do Flautim disse...

POdes crer, isto está cada vez pior!

Bichodeconta disse...

Ai tanto erro que eu dei no comentário anterior..Isto sem lunetas não vai lá.. Beijinho e bom final de semana..

mariam disse...

Olá!
parece ironia... mas em Maio estava eu toda contente e coloquei um post que dizia isto! "Londres, 20 Mai (Lusa) - Portugal é um dos 10 países mais pacíficos do mundo, segundo o último relatório do Índice Mundial da Paz divulgado hoje em Londres, que coloca no primeiro lugar a Islândia e no último o Iraque.
No índice, que avalia o pacifismo de 140 países e o seu nível de tranquilidade, Portugal aparece no sétimo lugar, a seguir à Irlanda e antecedendo a Finlândia.
A lista dos 10 menos violentos por ordem decrescente é a seguinte: Islândia, Dinamarca, Noruega, Nova Zelândia, Japão, Irlanda, Portugal, Finlândia, Luxemburgo e Áustria. (...)"

http://noticias.sapo.pt/lusa/artigo/e919939938dbfa52cf84f8.html

fique bem... boa inspiração e melhores "clics"...

fiz um pequenino hiato, de dia e meio nestas férias, regressei à "base" e à net, sigo amanhã para Madrid e Saragoça, vou à EXPO (apenas 3 dias), depois Castelo branco, quando voltar em meados de Setembro, vou ler tudinho com calma, agora vim só dar um abraço

e um sorriso :)

mariam

Lapa disse...

è preciso ter cuidado em dizer que foi acidente... A conta do hospital é apresentada ao acidentado em vez de er ao agressor!

Cordiais cumprimentos.

PS
Este bolgue está belíssimo.

BlueVelvet disse...

Muito pertinente este post.
Concordo contigo e obrigada pelo aviso.
Vade retro!
Beijinhos