segunda-feira, 20 de outubro de 2008

ESTIVE NO TOPO DO MUNDO... BEM, QUASE...


Ai os mistérios da Serra da Arrábida! Alguns que por lá andaram não mais voltaram, levados que foram por extraterrestres, contrabandistas ou pulverizados por outro qualquer fenómeno não explicável à luz da dita ciência!

Já andei por lá há alguns anos , entre densa vegetação e grutas insondáveis (Gruta dos Vampiros, por exemplo!) e agora voltei com a intenção de subir ao ponto mais alto da Serra, para mim o ponto mais alto do (meu) mundo. E consegui: acrescentei mais 1,75 aos 500 metros do marco geodésico!

Mas não fui sozinho! Levei comigo - ou eles é que me levaram - um fantástico grupo de aventureiros, que nem o facto de andarmos perdidos mais de duas horas nos trilhos pouco ou nada trilhados da Serra os fez desmotivar ou entrar em pânico!

No fim, e descoberto (mais ou menos!) o caminho da liberdade fizemos uma descida quase em rappel e viemos desembocar na estrada do Convento... Uma aventura com cheiro a medronheiro, madressilva e alecrim, recheado de ar puro inesgotável e com vistas a perder de... vista, locais onde os sentidos acordam e dançam ao som da voz da montanha...



As fotos da minha pessoa foram feitas pela Quina




27 comentários:

Paulo Sempre disse...

Chegar ao "topo" do Mundo em Portugal é, de facto, uma grande aventura.
Grande abraço.
Paulo

Cadinho RoCo disse...

Uma aventura sempre faz bem.
Cadinho RoCo

Maria Clarinda disse...

E eu já aí tive...espero ansiosa a tua visão e sentir.
Jinhos mil

mulher disse...

Aguardo, beijinhos.

Bichodeconta disse...

Quase ?Não sei porque ! Eu acho que mesmo no vale mais profundo nos podemos sentir no topo do Mundo.. E se nesse te sentiste no topo, era lá que estavas, não duvides.. Aguardo as fotos que aquele lugar de magia sempre nos porporcionam.. Beijinho,ell

Filoxera disse...

Esperarei.
Beijos.

Filoxera disse...

Uau!
Bom passeio. Obrigada pela reportagem.
beijos.

O Puma disse...

No momento estava eu no Portinho

a fruir do silêncio

a marulhar

Sol da meia noite disse...

Isto é que é espírito aventureiro!!!
Ousar desafiar o perigo... :-)))

Belíssimas as fotos... mostram bem que valeu a pena o esforço.


Beijinhos * *

sofialisboa disse...

olha olha que um dia te encontro, andaste na minha serra...é lindo não é? bjs sofia

Marta disse...

Que grande aventura, Alex...
Boas fotos e bom texto...
Até já
Beijos e abraços
Marta

Tiago. disse...

Já fiz essa viagem 3 vezes com os escuteiros, duas delas subi ao cima da Cascalheira, uma montanha com muitas pedras em que se dá um passo e parece que se escorrega dois. A certa altura já dois ou três choravam a dizerem que iam morrer. Foi mesmo dificil de os fazer chegar la acima. Acho que nunca mais vou esquecer de quem rasgou as calças ou de uma pedra soltada por alguém lá em cima com o pé quase rasou a minha cabeça.

Tiago

SILÊNCIO CULPADO disse...

Alexandre
Não sou invejosa mas lendo-te quase fui levada a sentir inveja. Também gosto de andar a pé descobrindo e vendo com olhos diferentes lugares doutra forma inacessíveis.
Um bom grupo, ou uma boa companhia ajudam bastante.

Beijinhos

Bichodeconta disse...

As fotos estão soberbas, como sempre!!O passeio é de deixar qualquer um que goste de caminhar em contacto com a natureza a roer-se de vontade de fazer o mesmo.. Divino estar lá no alto, confessa..Beijinho, ell

Lia disse...

Adoro a Serra da Arrábida!O passeio deve ter sido fantástico!
E quando se gosta da natureza...melhora sempre!;0)
Um beijo e um raio de sol.

irneh disse...

Olá

Passei para deixar um beijinho. Já desceste à terra? Andas sempre em voo...
Tudo de bom para ti.

Diário de um Anjo disse...

olha medronhos...nhami...agora comia uns tantos para depois rebolar para a cama com uma bebedeira hehehe
beijinhos

hiltom disse...

Um bom local para passear e ainda melhor em boa companhia.
Já este ano passei por essas bandas.
bom fim de semana

Gata Verde disse...

Tens de experimentar subir ao topo do Pico (se ainda não o fizeste,claro!)...aí sentes-te mesmo bem!

beijocas

De Amor e de Terra disse...

Olá Alex, boa noite Amigo!
Obrigada pela partilha da aventura e das fotos; que beleza!!!
Há já muitos anos, também eu me aventurava por caminhos de Serra, bem cá mais para o Norte, normalmente e muitas vezes com a minha filha( a mais nova) às costas...tempos de juventude... mesmo assim, ainda vou fazendo, sempre que possível, algumas caminhadas, bem mais pequenas, é certo, mas que ainda dão um pouquinho do sabor de então.
Um beijo enorme meu Amigo e Bom Fim de Semana. Ah é verdade, obrigada também pelas tuas visitas.

Maria Mamede

De Amor e de Terra disse...

Olá Alex, boa noite Amigo!
Obrigada pela partilha da aventura e das fotos; que beleza!!!
Há já muitos anos, também eu me aventurava por caminhos de Serra, bem cá mais para o Norte, normalmente e muitas vezes com a minha filha( a mais nova) às costas...tempos de juventude... mesmo assim, ainda vou fazendo, sempre que possível, algumas caminhadas, bem mais pequenas, é certo, mas que ainda dão um pouquinho do sabor de então.
Um beijo enorme meu Amigo e Bom Fim de Semana. Ah é verdade, obrigada também pelas tuas visitas.

Maria Mamede

mariam disse...

Alexandre,
que maravilha de post!
fui fantástica essas avertura, não foi?! obrigada por generosamente a partilhar...
Olhe, também gosto(muito) de passeios pedestres, tenho feito uma data deles... diurnos, nocturnos... o que se queira... nas serras, nos vales, na orla marítima... perco-me nas paisagens... e mais uns quantos(as), vamos ficando p'ro fim... paramos, olhamos, tiramos fotos, enfim...

Por fotos, estas estão 5*****...
e ainda bem que esteve feliz!

bom fim-de-semana
um grande sorriso :)

mariam

mariam disse...

errata: "foi fantástica" :)

Shelyak disse...

já andei por lá também mas para sair em voo em parapente...lindo que foi :)
Abraço !

Bichodeconta disse...

Cá para mim o feitiço da Serra deixou-te assim, a modos que nefelibato..Verdade?Volta Alexandre, ñós gostamos de te encontrar por aqui..Será que te vi na zona expo numa corridinha? patreciam os teus cabelos.. Boa semana, Ell

Rosa Silvestre disse...

Olá Alexandre, isso é que foi um belo passeio.
Beijinhos, RS.

Vieira Calado disse...

Reconheço o medronho e a bolota...
E estou rememorizar os cheiros das serras.
A Natureza em todo o seu esplendor!

Um abraço