terça-feira, 7 de outubro de 2008

PRECAUÇÕES QUE DEVEMOS TOMAR PARA SOBREVIVER AO CENÁRIO DE CRISE QUE AÍ ESTÁ...

Em relação à crise financeira que «nasceu» de um momento para o outro, apanhando toda a gente (mesmo os grandes entendidos) «desprevenida», gostaria de chamar a atenção para algumas precauções que deveremos tomar, não querendo com isso contribuir para um clima de alarmismo - para isso temos pessoas «especializadas» na comunicação social e na política!

Como já todos nos apercebemos, as coisas hoje em dia mudam muito depressa e amanhã o mundo pode acordar com um cenário muito diferente - para pior - que o de hoje (e o de hoje já não é nada famoso)! Ou talvez não! Vamos ter que aprender a conviver com a incógnita nos próximos anos porque afinal descobrimos que isto anda tudo desorganizado - apesar de nos quererem fazer crer o contrário!

Sendo assim, sugiro algumas precauções da nossa parte - simples e anónimos cidadãos contribuintes - que passam por coisas muito básicas:
- convém ter algum dinheiro em casa e não deixar tudo no banco (sim, eu sei que alguns não têm em casa nem têm no banco!)
- convém andar sempre que possível com o depósito de combustível do automóvel cheio (o meu está na reserva neste momento!)
- convém ter sempre dinheiro nos telemóveis pré-pagos!
- convém verificar se é justificável ter certos seguros, certos depósitos a prazo ou outras aplicações financeiras.
- convém ter em casa alguns alimentos não perecíveis a breve prazo como: água engarrafada, leite, bolachas, papas variadas, conservas, arroz, esparguete, outras massas...

Parecem ser precauções para o caso de um terramoto, não é? Alguns já me estarão a atribuir certos adjectivos menos... adjectiváveis... mas (e continua a haver sempre um mas) eu sou o primeiro a congratular-me se me enganar... Porque há coisas que a desmoronar provocam mais estragos que um terramoto...


21 comentários:

Miss Slim disse...

Alex, ainda ontem ouvi o Camilo Lourenço, numa dissertação acerca do assunto.

Mas tudo o que tiveres a acrescentar será por bem :)

Bjoca Grande

Andreia do Flautim disse...

Diz lá então, que eu estou interessada!

Andreia do Flautim disse...

P.S. o meu irmão tem uma sony alpha 200 e duas objectivas, uma 18-70 e outra 75-300.

Maria, Simplesmente disse...

Uma das percauções a tomar é não sonhar muito "GRANDE", ter os pés no chão.
Verificar com frequência a "pequena conta bancária"
Comprar a pronto se houver dinheiro para obter desconto.
Inutilizar o cartão de crédito, pois quando não existiam vivia-se melhor.
Ver os buracos em que não nos queremos meter.
Boa semana
Maria

FERNANDA & POEMAS disse...

Olá querido Alex, uma boa semana e muitos beijinhos de carinho,
Fernandinha

Bichodeconta disse...

Não temos com que nos preocupar Alex, acabei de ouvir o sr ministro( em jenoflexão)Mas dizia o sr ministro que o Governo não deixará qualquer banco ir á bancarrota!Fiquei muito mais tranquila.. Quem comprou casa e não consegue cumprir com os pagamentos, entrega ao banco porque as familias não podem declarar banca rota..Mas se aos bancos alguma coisa faltar, fiquemos tranquilos, o Governo,injecta mais uns milhares e ficam todos amigos.. Beijinho, ell

Ezul disse...

Este é o meu pior pesadelo, logo a seguir ao clima insano que se vive na escolas... Perdoem-me o desabafo!!!

Violeta disse...

vou já a correr aviar-me... mas 1º tenho que esperar que me paguem...
bjs

Sol da meia noite disse...

Bem... mais vale prevenir que remediar...

:-)

Beijinho *

turbolenta disse...

Olha Alexandre: é triste mas é verdade: POr melhores dias ninguém espere! Não tenho assim a certeza se o nosso dinheiro está assim tão seguro nos bancos(principalmente em alguns).
Prometem mundos e fundos e.......quanto mais sobem....maior é a queda!
Os seguros...esses ,a maior parte são a maior vigarice de todos os tempos!

Eu queria ser optimista como o MANUEL PINHO que diz que por cá está tudo bem....(?)...
que a crise não passa por estas bandas.........(?)
talvez a ele e outros como ele o não atinjam demasiado, pois, provavelmente , têm o seu guito a salvo numa Suiça.... Será?
O meu está no banco! EStá cá! e não tenho assim tantas certezas do que ele apregoa!
boa semana

Filoxera disse...

Optimista, hein?
Beijos.

SimplesmenteAna disse...

Olá Alex,

o Mundo está todo de pernas para o ar... e é por isso, que as nossas carteiras estão sem dinheiro. Com tanto ar, até os bancos estão a ficar sem dinheiro!
Enfim... brincadeiras à parte!
Este nosso cantinho está mau... pior do que nunca e acho que nem com a maior das Esperanças melhorará. O pobre é que está sempre tramado porque quem pode ou é desonesto continua a encher os seus bolsos.
Está tudo bem? Para alguns.

Boa semana, na medida do possível porque até custa saber as notícias do dia seguinte.
Beijocas ;-)

Delfim peixoto disse...

Conselhos importantes...
Abraço

Rosa Silvestre disse...

Obrigada,é melhor ir-me aviar pois criancices prevenida vale por duas ou será mais?!

BlueVelvet disse...

Fartei-me de rir com este post.
Espero não vir a dar-te razão:))
Beijinhos

bunny disse...

adorei o post!!!!

e a verdade e k a crise chegou depressa d mais....sera k vai embora ou piora?

Maria, Simplesmente disse...

É o segundo comentário que faço a este post da "crise".
Pois claro que a crise piora. E o que me apavora é pensar onde é que o Senhor Primeiro Ministro vai buscar dinheiro para garantir aos portugueses que o dinheiro depositado nos bancos está garantido.
Ora se o Estado é aos nossos impostos que vai buscar dinheiro para governar o País e está falido, ao pensar onde ele vai buscar a "massa" não me dá alegria nenhuma.
Por mim há muitos anos que vivo em crise constante, sorrindo á vida, isto é a cada dia que me aparece para viver, num constante apertar de cinto. Pensando melhor, até nem é verdade, a verdade é que nem o cinto aperto, pois não o uso porque é caro e fica-me mal.
Assim estou preparada para a crise. Somento pensoe mais uma vez digo, onde vai o Estado buscar o dinheiro, quando não tem para criar postos de trabalho e meter na ordem um país desorganizado, onde a segurança já é pouca.
As asneiras repetem-se e estamos a assistir às últimas que mais vão acentuando todas as crises.
Cuida-te e não faças armazém pois os produtos têm prazo.
Abraço
Maria
Maria

Isabel-F. disse...

brincas ... e acho que fazes bem ...


mas isto está assustador ...


bjs

Bichodeconta disse...

Quem bem me avisa!!!!!!!1 Estou perfeitamente de acordo contigo, até porque o que se apróxima pode fazer muito mais estragos do que um tornado de alta magnitude.. Só não me atrevo a aconselhar as pessoas a ter dinheiro em casa porque a esta altura do campeonato , já não haverá grande perigo de dinheiros mal guardados..É que não há dinheiro por ai.. Não pelo menos nas nossas mãos.. Beijinhos e desculpa estar tão péssimista, ou será realista?

Henrique ANTUNES FERREIRA disse...

Olá Alexandre!

Cá estamos. Desta vez, creio que sem problemas. Mas, quem sabe? Tive um ror de chatices com o Google, o Gmail, uma data de porras! Mas, aparentemente os imbróglios estão ultrapassados. Assim seja. De qualquer forma – mudei tudo uma vez mais. Por isso, regista, por favor:

hantferreira@gmail.com

www.aminhatravessadoferreira.blogspot.com

Espero que seja esta a versão definitiva deste meu (e teu) blogue. Já bastou o que bastou. Apenas deixo aqui um propósito: continuar o que já tinha(mos) feito e, da minha parte, tudo fazer para que ele seja ainda melhor do que os anteriores, «mortos em combate»…

Vem aqui, como já o fizeste nos dois outros «definitivelmente» falecidos na generalidade e na especialidade (RIP). Deixa comentários, escreve, colabora, manda fotos – insulta-me se assim o entenderes. Os gordos têm costas largas… Fico à tua espera, com esperança qb e uma pitada de ansiedade. Sal & pimenta & coentros à vontade do freguês. Bem-vinda(o)

Abs!

Andreia do Flautim disse...

Bolas, eu tenho tudo ao contrário!